Publicado em 17/08/2017 às 8:14 - Autor:

ROSE MODESTO

5446ef0ee2dea278c8fc1aac0112f1c839972625ce358

Natural de Fátima do Sul, é a caçula de cinco filhos de um casal de agricultores. Seu irmão, Rinaldo Modesto, é deputado estadual. Rose foi criada em Culturama desde seu nascimento até 1984, quando sua família mudou-se para Campo Grande. Em 1999, iniciou o curso de graduação de história na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Após concluir a graduação, passou a dar aulas em escolas da rede pública de Campo Grande. Começou a fazer trabalhos sociais na Escola Municipal Padre Tomaz Girardelli, onde reuniu seus alunos e criou o projeto “Aprendendo com Música”, e, posteriormente, o projeto “Tocando em Frente”, que atualmente disponibilizam aulas de artes, esportes e reforço escolar.

Carreira política
Em 2008, foi eleita vereadora de Campo Grande com 7.536 votos (1,87%). Em 2012, reelegeu-se com 10.813 votos (2,50%), sendo a segunda mais votada. Em 26 de junho de 2014, foi anunciado que Rose seria candidata a vice-governadora nas eleições estaduais daquele ano da coligação “Novo Tempo”, encabeçada por Reinaldo Azambuja, também do PSDB. A coligação teve o apoio de seis partidos o tinha o segundo maior tempo de televisão. Em 6 de outubro, Reinaldo e Rose foram classificados para o segundo turno com 39,09% dos votos válidos. Em 26 de outubro, eles foram eleitos com 741.516 votos, equivalente a 55,34% dos votos válidos.

Em 1º de janeiro de 2015, tomou posse como vice-governadora de Mato Grosso do Sul, sucedendo Simone Tebet. Além das funções de vice-governadora, também foi nomeada secretária de estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, deixando o cargo em abril de 2016 para disputar a indicação do partido para a candidatura à prefeitura de Campo Grande. Foi oficializada como pré-candidata em abril e formalizada como candidata em julho, tendo o empresário e diretor-superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Mato Grosso do Sul (Sebrae-MS) como vice na chapa. Ambos foram classificados a disputar o segundo turno com 26,62% dos votos válidos, mas foram derrotados por uma diferença de apenas 72.216 votos, atualmente e vice governadora do MS pelo PSDB e pré candidata a Deputada Federal em 2018.

Comentários