Destaque Política
Publicado em 05/09/2017 às 9:20 - Autor:

“Nós vestimos a camisa de Campo Grande”, diz Azambuja

Juntos-1024x682

Foi literalmente vestindo a camisa do Programa Juntos Por Campo Grande que o governador Reinaldo Azambuja e o prefeito Marquinhos Trad assinaram na noite de segunda-feira (4.9) os termos de convênio que oficializam o repasse estadual de R$ 15 milhões para destravar obras de infraestrutura que estavam paralisadas há anos na Capital.
A solenidade foi realizada na Câmara de Vereadores na presença de autoridades e representantes da sociedade civil organizada. Nas cores das bandeiras do Estado e do município, as camisetas do programa foram usadas pelos vereadores e autoridades presentes, simbolizando o ambiente de parceria entre os poderes com o intuito de retomar o desenvolvimento na cidade.

“Hoje nós estamos aqui todos juntos por uma missão única, em um momento que mostra que independente de questões políticas ou partidárias estamos fazendo uma parceria em benefício das pessoas, porque a gente não administra para partidos, administra para pessoas”, declarou o governador Reinaldo Azambuja.
Ele destacou a disposição da prefeitura e toda a equipe da gestão municipal em realizar trabalho conjunto para levar melhorias à população. “As pessoas sofrem quando o poder público não caminha na mesma direção”, comentou, sobre os recursos perdidos pelo município devido à falta de iniciativa em anos anteriores.

Com o esforço realizado em conjunto com o prefeito Marquinhos Trad, foram viabilizados junto ao Governo Federal R$ 180 milhões que serão usados para obras em diversos bairros. Do montante, R$ 15 milhões foram repassados por meio de convênios com a gestão municipal. Os extratos foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 23 de agosto e a solenidade na Câmara oficializou o lançamento das obras. “Nós estamos aqui hoje Juntos Por Campo Grande como nós estaremos sempre juntos pela população de Mato Grosso do Sul”, ressaltou o governador.

“A noite de hoje não é apenas uma assinatura, é fruto de várias viagens a Brasília”, lembrou o prefeito Marquinhos Trad, ao detalhar que assim que assumiu o mandato procurou o governador para firmar parceria. O trabalho conjunto resultou em convênio no mês de janeiro, com R$ 20 milhões destinados ao serviço de tapa-buraco. Desde então, diversas outras obras vêm sendo executadas pela prefeitura custeadas pelo Estado. Entre elas, a de revitalização da rotatória da Avenida Mato Grosso, frentes de asfalto no Aero Rancho e o Polo Industrial da Região Norte, além de várias outras em andamento.

Na solenidade desta segunda-feira, foi assinado também convênio com repasse de cerca de R$ 5 milhões para aquisição do material que será usado na construção das unidades habitacionais das famílias removidas da comunidade Cidade de Deus. “Eu e o Reinaldo somos por Campo Grande”, enfatizou Marquinhos.
Presidente da Câmara de Vereadores, João Rocha destacou que essa parceria permitiu que os vereadores entregassem documento reiterando o pedido de apoio à Capital, que foi atendido e incluído na lista de obras destravadas junto à União. “Esse é um momento que transcende as questões político-partidárias, é assim que se faz política com grandeza”, comentou. Veja mais fotos.

Confira as obras incluídas no pacote
Infraestrutura Bálsamo –Inclui a urbanização e recuperação de áreas degradadas dos Córregos Bálsamo, Segredo e Taquaral. Será executada em duas etapas que somadas irão totalizar R$ 26,5 milhões, sendo a contrapartida do Estado de R$ 3,1 milhões.
Manejo de águas pluviais no Rio Anhanduí – 03 lotes de obras: recuperação no Complexo Anhanduí,Cabaça e Areias, onde serão feitas obras de restauração de margens, galerias pluviais, recuperação de áreas úmidas, reservatório de amortecimento de cheias, urbanização de caráter complementar e pavimentação. A contrapartida estadual de R$ 900 mil integra o montante de R$ 57,7 milhões incluindo os recursos federais.
Drenagem, pavimentação e qualificação de vias urbanas nos bairros abaixo listados. Essas obras irão receber R$ 71,9 milhões em investimentos, sendo de R$ 9,5 milhões o aporte do Governo do Estado.
Nova Lima (etapa A);
Atlântico Sul (etapas A, B, C, D);
São Francisco;
Bellinate;
Jardim Seminário (etapas A, B, C);
Mata do Jacinto (etapas A, B, C, D, E);
Sírio Libanês;
Vila Nasser (etapa A).
Corredores de transportes pelo PAC Mobilidade receberão R$ 24 milhões da União incluindo R$ 1,3 milhão do Estado. Serão beneficiadas as seguintes vias:
– Corredor Avenida Calógeras – trecho de 2,7 km da Mato Grosso até a Zahran;
– Corredor Avenida Gury Marques – trecho de 2,26 km da Interlagos ao Terminal Guaicurus;
– Corredor Rua Bahia – 1,75 km da Afonso Pena até a Coronel Antonino.

Danúbia Burema – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)
Foto: Chico Ribeiro

Comentários