Negócios
Publicado em 15/08/2017 às 9:41 - Autor:

Multas no trânsito crescem 122% em Dourados

wmX-596x406x4-5992d5021a5c9da1f09bb4521c79a2fe3942204368142

O número de infrações aplicadas a condutores em Dourados mais que dobrou se comparar o primeiro semestre de 2017 com o mesmo período do ano passado. Estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) mostram que 51.946 infrações foram registradas de janeiro a junho deste ao contra 23.385 de 2016, o que implica num aumento de 122%.

O aumento significativo de multas ocorreu pelo excesso de velocidade além do permitido. Esse tipo de multa é aplicado por dispositivos como radar e lombada eletrônica. Em Dourados, radares foram instalados em três cruzamentos da avenida Marcelino Pires em dezembro do ano passado, indicando que seriam eles os responsáveis por “pegar” a maioria dos motoristas que pisam forte no acelerador.

O maior número de infrações cometidas de janeiro a julho ocorreu pelo “transito em velocidade superior a máxima permitida em até 20%”, com 32.737 multas. No ano passado, no mesmo período, foram registradas 10.908 para este tipo de infração. A segunda maior infração é por “transitar em velocidade superior a máxima permitida em mais de 20% e até 50%”, com 6.222 multas, contra 3.048 do ano passado. Avançar o sinal vermelho do semáforo penalizou 2.980 condutores este ano. Esse tipo de infração só é registrada pelo radar.

Muitos motoristas ainda andam despercebidos pela avenida Marcelino Pires e excedem a velocidade máxima de 50 km/h. Três cruzamentos (Marcelino com Presidente Vargas/ Marcelino com Hayel Bon Faker/ e Marcelino com José de Alencar) possuem radares capazes de registrar três tipos de infração: excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestre.

Deixar de efetuar o registro do veículo em 30 dias, quando for transferir, ocupou o quarto lugar no ranking com 1.921 multas em Dourados. Na sequência, com 1.758 aparecem os condutores que deixaram de fazer o uso do cinto de segurança. Parar sobre a faixa de pedestre em baixo do radar multou 1.682 condutores e outros 1.643 foram autuados porque estacionaram em desacordo com o estacionamento rotativo.

Um tipo de infração muito comum é fácil de perceber diariamente, que é a direção de veículo manuseando telefone celular, não foi tão relevante nos sete primeiros meses deste ano em Dourados. Segundo o Detran, 624 foram multados por este tipo de infração. No ano passado, no mesmo período, 801 foram autuados.

Pisando fundo
Também cresceu o número de condutores multados por transitar em velocidade superior a máxima permitida em mais de 50%. De janeiro a julho foram 1.181 contra 967 do ano passado. Esta é uma infração gravíssima, gera 7 pontos na carteira, mas diferentemente das outras multas por excesso de velocidade, tem uma particularidade. Há uma medida administrativa que gera suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação. A multa é de R$ 880,41.

Flávio Verão – Douradosagora
Foto – Hedio Fazan

Comentários